Ver. Nestor do Algodão Doce

por adm publicado 01/10/2018 15h30, última modificação 01/10/2018 17h09

                                                                                                                      

 

Nestor Ferreira dos Santos nasceu em 1958, na cidade de Água Boa (MG). Ainda criança, já ajudava no sustento da família: aos sete anos começou a trabalhar em um engenho de cana, onde possuía uma rotina dura. “A gente começava a trabalhar às três horas da manhã”, relembra. Chegou a Osasco em 1978 e, após trabalhar como empregado em algumas empresas da cidade, começou a ganhar a vida como vendedor ambulante, sua ocupação há 36 anos.

 

“Vendi peixe no carrinho de pedreiro por 11 anos. Aí parei, porque não estava dando mais, e comecei a vender algodão-doce, que é a minha profissão até hoje”, conta o vereador, explicando o motivo de seu apelido.

 

Por conta do trabalho, Nestor percorre toda a cidade, andando entre cinco e sete horas por dia. Certa vez, um vizinho lhe deu uma sugestão: como era uma pessoa muito conhecida, teria boas chances de ser eleito em uma eleição para vereador. “Eu tenho muita vontade de ajudar as pessoas. Por isso fiquei muito empolgado quando esse amigo sugeriu a candidatura.”

 

Sua primeira tentativa foi nas eleições de 2012, quando concorreu pelo Partido Verde (PV) e obteve 682 votos. No pleito seguinte, em 2016, os 1.014 votos que conquistou lhe valeram a quarta posição na lista de suplentes do PSDB. Em 20/09/2018, Nestor assumiu a vaga aberta pela licença de seu correligionário Didi.

 

Uma das bandeiras do parlamentar é facilitar a obtenção de licenças pelos vendedores ambulantes da cidade. “Eu já sofri bastante perdendo mercadoria. Os vendedores ambulantes não querem nada de graça, só querem trabalhar em um ponto, não precisar ficar correndo da fiscalização e tomando prejuízo.”

 

Ele também pretende atuar fiscalizando a atuação da Prefeitura na zeladoria urbana, na educação e na saúde.